Connect with us

Jornal Francês Le Monde: “triunfo de Bolsonaro desencadeia violência homofóbica no Brasil”

Notícias

Jornal Francês Le Monde: “triunfo de Bolsonaro desencadeia violência homofóbica no Brasil”

O Brasil continua no foco da imprensa francesa nesta quinta-feira (11).

Na matéria, a correspondente do Le Monde em São Paulo escreve que as associações LGBT denunciam um aumento nas agressões desde o sucesso do candidato do PSL no primeiro turno.

“Intimidações, insultos, agressões e até assassinatos”, diz o texto, ressaltando que esses episódios foram registrados em um momento em que Bolsonaro, célebre por suas declarações homofóbicas, se mostra como o grande favorito para vencer as eleições.

A repórter enumera alguns desses episódios. No Rio, os banheiros das meninas de uma escola franco-brasileira foram pixados com a frase: “Sapatas vão morrer”. Em Curitiba, um cabeleireiro homossexual foi assassinado por um homem que teria gritado “Viva Bolsonaro”. No YouTube, grupos entoam canções contra gays e lésbicas. Uma delas, citada pela repórter, diz: “corre viado, Bolsonaro vem aí”.

Além da violência contra a comunidade LGBT, Le Monde cita também as agressões decorrentes do ódio dos eleitores de Bolsonaro contra o PT. O site Mapa da Violência recebeu, em menos de uma semana, 50 denúncias que vão desde ameaças de estupro até agressões físicas, todas relacionadas com o fato de se opor ao candidato da extrema direita.

O jornal destaca que, na Bahia, o mestre de capoeira Romualdo Rosário da Costa foi morto com doze facadas por defender seu voto no candidato do PT, Fernando Haddad. Em Porto Alegre, três homens gravaram com um canivete uma suástica na barriga de uma jovem de 19 anos porque ela vestia uma camisa do movimento #EleNão.

Fonte: RFI/Uol

 

 

 

Comments

More in Notícias

Facebook

Populares

Tags

To Top