Connect with us

CANDIDATO QUE PODE SER O PRÓXIMO PRESIDENTE DA ARGENTINA TEM FILHO DRAG!

Notícias

CANDIDATO QUE PODE SER O PRÓXIMO PRESIDENTE DA ARGENTINA TEM FILHO DRAG!

Imagem publicada pelo filho de Alberto Fernández em rede social — Foto: Reprodução

Estanislao Fernández, filho de 24 anos do candidato à presidência argentina Alberto Fernández, falou com a rádio “La Once Diez” do país sobre a infância, de seu pai, e sobre sua relação com o falecido Néstor e com Cristina Kirchner, que é vice na chapa de Fernández.

E, além disso, sobre como começou a se apresentar como drag queen.

“A minha primeira vez em drag foi para uma sessão de fotos da minha amiga Victoria. Ela precisava de fotos de homens e mulheres, e eu disse: faço dos dois”, contou o jovem à rádio, segundo o jornal argentino “Perfil”, que repercutiu a entrevista.

Na noite portenha, é conhecido sob o nome de Dyhzy.

“No começo, me escondia um pouco, tinha medo da rejeição dos meus pais”, contou Estanislao. “Por causa do que nos ensinam desde que somos pequenos — como a homossexualidade era um processo de degradação. Era isso que me diziam na catequese, geram esse medo em você”, confidenciou.
Drag queen é o nome dado a uma expressão artística que envolve a construção de um personagem. Apesar de socialmente associada à comunidade gay, a arte drag não tem a ver com gênero ou sexualidade.

Imagem que o filho do candidato à presidência que lidera as intenções de voto na Argentina — Foto: Reprodução

Além de drag, Estanislao é fã de anime japonês, ilustrador e militante queer. Define a si próprio como cosplayer, crossplayer, além de drag queen. Recentemente, participou da convenção de quadrinhos mais importante de Buenos Aires, onde fez cosplay do Pokémon Pikachu.

Na entrevista repercutida pelo jornal, ele falou do que chamou de precarização laboral das drags e de como foi estudar em um colégio católico e descobrir, ali, que era gay. (Há três anos, ele namora com uma mulher, Natalia Leone, com quem afirma ter uma relação monogâmica).

“Me lembro bem que nunca senti empatia com os que insultavam gays ou trans”, disse, e contou que costumava ouvir palavras ofensivas direcionadas a ele pela homossexualidade. “Quando me diziam aquelas coisas, eu não sabia que era gay”.

Sobre o namoro, o jovem afirmou que não vê possibilidade de uma relação aberta, porque não tem tempo. “A sexualidade é um espectro infinito. Eu escolhi estar junto com minha namorada, Natalia Edith Leone, e estamos juntos há três anos. Vivemos juntos, optamos por ter uma relação monogâmica”, contou.

“Não temos tempo para outras pessoas, só tenho tempo para ela. Chegamos a um nível de confiança em que não poderia ter um encontro casual em minha vida e acredito que o mesmo acontece com ela”, comentou, durante o programa “Não se pode viver do amor.”

“Minha relação com Natalia é a minha primeira mais longa. Antes, tive relações com homens, mas duraram pouco — eram semanais. Natalia é realmente o amor da minha vida. Na minha casa, ela é amada quase como uma filha”, contou.

Não sou peronista, declarou Estanislao
O jovem esclareceu, ainda, que não trabalha na campanha do pai, a menos que seja pago para isso.

“Ele é meu pai e eu o amo. Tampouco me sinto peronista, porque não me eduquei tanto com isso, e nem kirchnerista. Cresci com Néstor e Cristina vindo à minha casa — Cristina sempre foi muito amorosa comigo. Para mim, eles eram como tios”, revelou.

A última pesquisa de intenção de voto na Argentina, divulgada pelo Instituto Isonomía, um dos mais confiáveis do país, mostrou empate técnico entre a chapa de Fernández e a de Mauricio Macri, atual presidente.

“Alberto [o pai] sempre esteve na minha vida. Nos anos em que ele trabalhava na chefia de gabinete [nos governos de Néstor e Cristina Kirchner, entre 2003 e 2008] e estava separado da minha mãe, ele sempre foi me buscar no colégio, sem custódia, sem nada. Minha mãe nunca me impôs nenhuma limitação para vê-lo”, disse.

“Tenho orgulho do meu filho”, disse Alberto Fernández
O pai de Estanislao, por sua vez, relata sentir exatamente o contrário da rejeição temida pelo jovem: diz estar orgulhoso do rapaz. No último domingo (23), Alberto Fernández afirmou que o filho “é um grande homem”.

“Ele trabalha em uma companhia de seguros e mora há dois anos com a namorada. Começou a fazer personagens femininos e terminou na figura de drag queen”, contou o pré-candidato em entrevista à “Radio con Vos”, que também foi repercutida pelo “Perfil”.

“Nesse mundo, que não conheço muito, ele é muito respeitado e reconhecido. Tenho orgulho do meu filho. Como não vou ter orgulho? Meu filho é um militante dos direitos dessa comunidade. Me preocuparia se meu filho fosse delinquente, mas é um grande homem”, declarou.
Estanislao estudou ilustração na Universidade de Palermo, onde foi premiado por dois ensaios. A instituição também o reconheceu por um trabalho fotográfico intitulado “O poder da maquiagem.” Na web, ainda se define como “ilustrador indie e artista digital”.

“Ele é uma das pessoas mais criativas que vi em minha vida “, declarou o pai.

Fonte: G1

Tá querendo matar de infarte o Presidente da República das Bananas do coração?

Presidente de Esquerda com um Filho Drag! Não poderia ser melhor a encomenda…

.

.

Comments

More in Notícias

Facebook

Populares

Tags

To Top